• RSS
  • Delicious
  • Facebook
  • Twitter

You need to upgrade your Flash Player to version 10 or newer.

Exportações de setembro cresceram 123,5%, em relação a agosto , e 84,3% na comparação com setembro de 2018, graças à venda de uma plataforma de petróleo. Estado saltou para 2º lugar no ranking dos exportadores, atrás apenas de São Paulo. Um fato pontual, não frequente, é responsável por um recorde no comércio exterior capixaba, que atingiu US$ 2,628 bilhões em setembro deste ano – o maior valor mensal registrado. O crescimento é de 123,5%, em relação ao mês imediatamente anterior, e de 84,3% na comparação com setembro de 2018. O que aconteceu? As transações globais deprimidas, assustadas com a guerra entre Estados Unidos e China, reergueram-se de repente, por encanto?  [ Read More ]

Rio de Janeiro – A quinta edição do Diagnóstico do Comércio Exterior do Estado do Rio de Janeiro, divulgada hoje (5), pela Federação das Indústrias do Rio de Janeiro (Firjan), revela que embora alguns entraves enfrentados pela exportação brasileira tenham sido superados com a implantação do Portal Único do Comércio Exterior, persistem dificuldades a serem combatidas para melhorar a competitividade das empresas fluminenses e nacionais no mercado externo. O coordenador da Firjan Internacional, Giorgio Rossi, disse à Agência Brasil que o documento é um importante instrumento de apoio para a formação de políticas públicas que visem elevar a competitividade das empresas do estado. O diagnóstico mostra que, em razão do  [ Read More ]

Brasília – Pesquisa inédita da  Confederação Nacinal da Indústria (CNI) com os principais exportadores brasileiros para os países do Mercosul (Argentina, Paraguai e Uruguai), mostrou que mais de 60% deles enfrentam dificuldades aduaneiras para entrar nas economias vizinhas. As empresas reclamam de tempo excessivo para o desembaraço de mercadoria, excesso de documentação, formalidades e de taxas e encargos, além da falta de transparência nas normas. De acordo com o diretor de Desenvolvimento Industrial da CNI, Carlos Abijaodi, esse problema só será reduzido com a assinatura do Acordo de Facilitação de Comércio entre os membros do Mercosul. O acordo reduz a burocracia e ataca as principais barreiras não-tarifárias comuns entre os sócios.  [ Read More ]

A balança comercial brasileira teve superávit de US$ 34,823 bilhões de janeiro a outubro de 2019, segundo dados divulgados pela Secretaria Especial de Comércio Exterior e Assuntos Internacionais do Ministério da Economia (Secint/ME), em Brasília. O saldo positivo foi 27,4% inferior ao de igual período de 2018 (US$ 47,528 bilhões), pela média diária. As exportações de janeiro a outubro foram de US$ 185,437 bilhões, queda de 7,7% sobre os dez primeiros meses de 2018, quando totalizou US$ 198,980 bilhões. Nas importações, foram US$ 150,614 bilhões até outubro, 1,5% abaixo da média diária no mesmo período do ano anterior, de US$ 151,452 bilhões. A corrente de comércio no ano alcançou US$  [ Read More ]

Durante o evento de lançamento da Frente Parlamentar Mista em Defesa do Comércio Internacional e do Investimento (FrenCOMEX) em Brasília, nesta quarta-feira (6), o Ministro das Relações Exteriores Ernesto Araújo anunciou a intenção de criar uma representação diplomática do Itamaraty no Espírito Santo. Empossado como Presidente da FrenCOMEX, o Deputado Federal Evair de Melo (PP) articulou com o Ministério para que o estado possa contar com essa estrutura de diálogo com o Comércio Exterior. Evair cita que o Espírito Santo está em terceiro lugar na plataforma de exportação do país. O parlamentar também comenta que a representação diplomática do Itamaraty ajudará bastante o setor produtivo capixaba, bem como os poderes  [ Read More ]

Brasília – A Receita Federal não cobrará mais o Imposto sobre Operações Financeiras (IOF) nas operações de câmbio relativas ao ingresso no Brasil de receitas de exportação. O Diário Oficial da União traz uma solução de consulta para esclarecer os exportadores sobre a incidência de IOF e reformular entendimento feito no ano passado. Segundo a Confederação Nacional da Indústria (CNI), no final do ano passado, a Receita passou a exigir o recolhimento de 0,38% sobre divisas de exportações que entrassem no país. Na época, a interpretação da Receita era de que a isenção ficaria restrita aos que internalizassem o recurso da exportação no mesmo dia da operação. De acordo com o Fórum de Competitividade  [ Read More ]

Está cada vez maior o desequilbrio entre empresas que operam navios e os usuários do transporte marítimo internacional de contêineres, sendo assim, há uma redução na concorrência das exportações no País. Um estudo da Confederação Nacional da Indústria (CNI) intitulado O Transporte marítimo de contêineres e a competitividade das exportações revela que as dez maiores companhias transportadoras de cargas concentram 74% do mercado mundial. Em pouco mais de duas décadas, essas empresas dobraram de abrangência – detinham 38% da capacidade mundial, em 1995. A pesquisa mostra que o Brasil está mal inserido no mercado de transporte de contêineres em razão de uma série de problemas. Entre os quais, a forte concentração de  [ Read More ]

Foi aprovada pelo Comitê Executivo Gestor (Gecex) da Câmara de Comércio Exterior (Camex), na terça-feira (19/06), a manutenção do vinho, do alho e do coco ralado na Lista de Exceção à Tarifa Externa Comum (Letec), o que viabiliza a manutenção das alíquotas de 27%, 35% e 55% de importação desses produtos, respectivamente. Sem o instrumento, o imposto cobrado para os vinhos seria de 20% e, do alho e do coco, de 10%. Esses produtos representam importantes setores da agricultura brasileira com relevante desempenho na geração de renda e emprego em cinturões metropolitanos, no caso do alho, e, em outras regiões do país, como a Nordeste e a Sul, no caso  [ Read More ]

Os produtos florestais têm se destacado na pauta de exportações do agronegócio, atingindo a segunda posição entre os principais segmentos da balança comercial do setor no período de janeiro a maio deste ano. O volume exportado alcançou US$ 5,75 bilhões nesses primeiros cinco meses, em alta de 30,5% em relação ao mesmo período do ano passado, sendo superado apenas pelas vendas do complexo soja e a frente da exportação de carnes. As exportações de madeiras e suas obras aumentaram 16,3%, atingindo US$ 1,44 bilhão. As vendas externas de papel chegaram a US$ 803,34 milhões. O principal produto florestal é a celulose com valor recorde de US$ 3,51 bilhões. A quantidade  [ Read More ]

O Brasil anseia por um acordo entre o Mercosul e a União Europeia para que possa ampliar a sua participação no comércio internacional. Enquanto a negociação que pode facilitar as transações com os 28 países-membros do bloco europeu segue em andamento, os produtos brasileiros continuam enfrentando dificuldades de acesso a novos mercados, em função, entre outros fatores, do baixo número de acordos comerciais do País com o resto do mundo e do uso parcial que as empresas fazem deles. Esses são dois dos principais problemas enfrentados pelo setor exportador brasileiro, de acordo com estudo do Conselho de Comércio Externo da Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado  [ Read More ]