• RSS
  • Delicious
  • Facebook
  • Twitter

Nos cinco dias úteis de setembro (1° a ), as exportações brasileiras somaram US$ 4,336 bilhões, com média diária de US$ 867,2 bilhão. Este resultado é 12,7% menor que o verificado em setembro de 2013 (US$ 992,9 milhões). Neste comparativo, diminuíram as vendas de produtos básicos (-15,5%), especialmente de milho em grão, minério de ferro, soja em grão, farelo de soja e carne bovina. Também caíram as exportações de manufaturados (-11,6%), principalmente de veículos de carga, automóveis de passageiros, aviões, óleos combustíveis, açúcar refinado e autopeças. Houve ainda queda nas vendas de semimanufaturados (-5%), com redução em açúcar em bruto, catodos de cobre e óleo de soja em bruto.

Em relação à média de agosto deste ano (US$ 974,4 bilhão), o decréscimo foi de 11%, com regressão nas vendas de produtos manufaturados (-14,8%), básicos (-9,5%) e semimanufaturados (-0,9%).

As importações, na primeira semana de setembro, foram de US$ 5,107 bilhões e registraram média diária de US$ 1,021 bilhão. Com esse desempenho, houve aumento de 13,7% na comparação com setembro do ano passado (US$ 898 milhões). Cresceram as aquisições de combustíveis e lubrificantes (98,4%), aeronaves e peças (26,4%), siderúrgicos (13,5%), e farmacêuticos (6,3%)

Na comparação com a média de agosto deste ano (US$ 918,9 milhões), houve aumento de 11,2%, com incremento nas despesas com combustíveis e lubrificantes (65,4%), aeronaves e peças (19,2%) e siderúrgicos (14,2%).

O saldo comercial semanal foi deficitário em US$ 771 milhões (média diária negativa de US$ 154,2 milhões). A corrente de comércio, na primeira semana do mês, alcançou US$ 9,443 bilhões (média de US$ 1,888 bilhão). Pelo desempenho diário, houve queda de 0,1% no comparativo com setembro passado (US$ 1,890 bilhão) e diminuição de 0,3% na relação com agosto último (US$ 1,893 bilhão).

Ano

De janeiro à primeira semana de setembro deste ano (171 dias úteis), as vendas ao exterior somaram US$ 158,354 bilhões (média diária de US$ 926 milhões). Na comparação com a média diária do período equivalente de 2013 (US$ 933,1 milhões), as exportações retrocederam em 0,8. As importações foram de US$ 158,878 bilhões, com média diária de US$ 929,1 milhões. O valor está 2,5% acima da média registrada no período correspondente de 2013 (US$ 953 milhões).

No acumulado do ano, o saldo da balança comercial está deficitário em US$ 524 milhões, com resultado médio diário negativo de US$ 3,1 milhões. No período equivalente de 2013, havia déficit de US$ 3,453 bilhões, com média diária negativa de US$ 20 milhões. A corrente de comércio soma, em 2014, US$ 317,232 bilhões, com desempenho diário de US$ 1,855 bilhão. Este valor é 1,6% menor que a média aferida no período correspondente do ano passado (US$ 1,886 bilhão).